4/21/2008

Technobrega

Vício em tecnologia pode destruir relações, diz especialista

Afirmação é de diretor de tratamento de vícios de Houston, nos EUA. Especialista afirma testemunhar comportamento compulsivo de pacientes.

Link para a notícia completa



Que idiotisse isso! O mundo hoje é composto de tecnologia e a tendência é simplesmente aumentar mais e mais. Celular, internet, televisão, etc fazem parte do cotidiano de todos hoje em dia, falar que isso é um problema é falta do que falar! É necessidade! Deveríamos assim voltar a viver a base fogueira e carne de mamute, né? Nostalgia é algo bom, mas no momento e na dose certa. Essa onda de Trash Dance (festas com a temática os anos 80) são divertidas, mas dizer que os anos 80 foram uma fase auge é babaquisse! Foi uma década em que musicalmente e culturamente falando foi muito pobre, o mundo passava por crises do tipo Guerra Fria e fim da Ditadura Militar no Brasil, no futebol a seleção passou pelo maior fiasco de sua história, até os desenhos animados daquela época eram uma porcaria.

Mas entendo que toda a celebração em torno disso é pra relembrar a infância dessas pessoas, e nesse ponto eu concordo, infância é a melhor fase da vida. Mas não se pode confundir a sua infância que foi a melhor fase da sua vida com um momento histórico que comparado a outros momentos como os anos 70 e 90 pouco acrescentou. Essas pessoas são as mesmas que refutam a aceitar novidades, qualquer mudança é mal vista. Essas mesmas pessoas que travam o desenvolvimento! Se dependesse dessas pessoas voltaríamos a viver a época em que elas eram crianças, pessoas egoístas que só olham o seu lado e ignoram a o bem-geral.

Não gosta do desenvolvimento? O mundo tá cheio de caverna, vai lá!

2 Comenta aqui, campeão!:

jessy_vt disse... [Responder comentário]

Creio que esse cara falou isso no sentido de que as pessoas estão vivendo suas vidas numa dependência muito grande da tecnologia. É claro que a tecnologia é fundamental hoje em dia devido ao modo como estamos evoluindo, porém ainda existe(e na minha opinião sempre vai existir), aquela tecnologia que é legal, mas não é necessária. O vício que ele fala é esse: as pessoas vivem em função de tecnologia que não é necessária.

:]

anine disse... [Responder comentário]

É, pode até ser que elas refutem algumas novidades tecnológicas, mas a afirmativa não é tão idiota assim. Eu só achei que o tal especialista foi meio extremista. Dificilmente um ser humano vai trocar por completo uma relação saudável pelo computador. Não que eu não saiba de casos em que as pessoas vivem para o msn, porém mais cedo ou mais tarde elas começam a achar que a vida está passando e elas não estão aproveitando. Enfim, há sempre um momento em que a pessoa sente a necessidade de viver(!). E a tendencia é melhorar mesmo. Desde a roda a nano tecnologia, há sempre uma nova descoberta tecnológica que auxiliará a vida das pessoas. E por que tu resolvesse falar dos anos oitenta mesmo? Tem no site da reportagem é?