4/09/2009

Prólogo

A família Fontaine do noroeste da França sempre foi bastante tradicional e unida, mas por sua quantidade de membros e acasos do destino foi inevitável que cada um seguisse o seu rumo e fosse viver nos mais distintos lugares. Porém qualquer data comemorativa era motivo para uma reunião familiar. Apesar da alegria do reencontro acabara sempre ficando um tanto quanto monótonas essas reuniões, a vida de cada um não era agitada ao ponto de gerar novidades tão interessantes que devessem ser compartilhadas. Mas tudo bem, isso nunca foi motivo para falta de motivação em produzir novos encontros.

Mas a família Fontaine é composta por seres humanos e sendo assim cada um deles tem suas virtudes e defeitos que em dados momentos se sobrepõem um ao outro. Alguns embates foram superados, outros em parte e alguns produziram feriadas que nunca cicatrizaram. De certa forma essas chagas servem para mostrar que ninguém é perfeito, por mais que alguns tentem negar ou esconder essa verdade absoluta. Mesmo assim essa família segue em frente superando as dificuldades que surgem.


Irei falar de mais um desses encontros familiares onde as diferenças de cada um ficaram reunidas numa mesma sala e dessa forma foi-se possível ver quem realmente era diferente e quem era igual ao demais.

3 Comenta aqui, campeão!:

Aline Lucena disse... [Responder comentário]

É... parece ser bem interessate! ;)
Mas isso de reencontros é sempre bom e 'necessário' :D

:*

Adolfo disse... [Responder comentário]

Mais necessário do que bom na maioria das vezes, diria eu.

Luana Silva disse... [Responder comentário]

huum, começou bem!
desavenças de festas em familia sempre rendem por vários feriados! nada que champagne demais não faça soltar tudo que ficou preso do feriado passado. fiquei curiosa! ;) ;*