5/20/2008

Coração do Brasil em teu seio


Foi aprovada uma lei aqui em Pernambuco pelo governador Eduardo Campos que obriga em todos os colégios públicos e privados que todos os alunos cantem pelo menos uma vez por semana o hino do estado.

Quando eu estudava em Pesqueira, em colégio de freiras, durante muito tempo todos os alunos do colégio tinham que ir para a quadra, fazer filas de acordo com sua turma e cada dia da semana cantávamos um hino diferente. Um dia era o hino do colégio, outro o de Pesqueira, outro do estado, outro o da bandeira e outro o hino nacional. Era um saco. Não sei qual é o objetivo do governador ao aprovar essa lei, acredito que seja o de incentivar o regionalismo, o amor por Pernambuco desde criança. Digo com convicção, ser obrigado a cantar hino no colégio só criou uma coisa dentro de mim - uma raiva danada de cantar hinos.

O amor por Pernambuco dentro de mim só surgiu realmente algum tempo depois, não sei dizer qual foi o marco inicial. Mas acredito que foi quando eu vi o que é o Brasil, o que é Pernambuco (e Nordeste) para o Brasil e o que realmente é Pernambuco. Só descobri isso quando sai de Pesqueira, porque lá a influência que nós tínhamos lá era toda vinda do "Sul-Maravilha" graças principalmente a televisão (no interior quase toda casa tem parabólica e o sinal dos canais vem de São Paulo). Só aqui em Recife que a história mudou. A

qui paradoxalmente ocorre um regionalismo exacerbado apesar de a maioria dos recifenses confundir Recife com Pernambuco. Conhecem tudo de Recife, mas pouco do que tem da BR 232 pra lá e pensam que o que ocorre em Recife ocorre no resto do estado quando na realidade a cultura é totalmente diferente. Posso falar com propriedade, pois morei 10 anos no interior e 10 anos em Recife. Nasci em Recife, mas toda a minha família é de Pesqueira. Enfim, não foi cantando forçadamente o hino do meu estado que eu aprendi a respeita-lo, foi conhecendo sua cultura. E como eu respeito e amo esse estado. Temos um hino belíssimo, só aqui em Pernambucos as torcidas de futebol cantam nos estádios o hino do estado, porém para canta-lo antes é preciso saber o que significa "De belezas soberbo estendal".

4 Comenta aqui, campeão!:

camila disse... [Responder comentário]

uau. melhor texto até agora. ;D eu também era obrigada a cantar o hino.. e eu também sou uma dessas pessoas que acha que o Recife é o Pernambuco. Percebi agora. :T

*:

jessy_vt disse... [Responder comentário]

Que nada André, muitos não acreditam que Pernambuco seja Recife, acreditam que Recife é a parte urbana de Pernambuco, e qualquer coisa da BR232 pra lá é diferente disso, é meio rural, é fazenda.
Sei como é cantar hinos todos os dias da semana quando se tem 10 anos de idade ¬¬ Provavelmente eu estava na fila ao lado da sua :P
E assim como você, aprendi a respeitar e admirar minha terra só depois desses tempos, e acho que da mesma forma que você.

Ótimo texto!
E a foto tá legal também. :]

:*

Jean Johnson disse... [Responder comentário]

Concordo. Eu preferiria que fosse uma vez por mês. Uma toda semana vai acabar cansando a criançada.
Apesar de a minha pessoa ser proveniente do sul-maravilha, acabei criando um certo sentimento regionalista por esse lugar.
E to com saudade do interior daqui. Acho que não vou pra lá já tem mais de um ano.
Vou ver se dou uma passada por lá no fim de junho.

Anônimo disse... [Responder comentário]

Discordo...
E tudo conspira pra eu discordar...
Gostei muito dessa lei.
Já é uma vergonha perguntarmos na rua quem é o vice-governador e ninguém saber, vergonha maior ainda seria perguntar "como é o hino do seu estado?" e as pessoas também não saberem. O hino é como uma oração você pode não entendÊ-la mas tem um propósito pra ela. E esse propósito num hino seria o incentivo e a demonstração de orgulho de onde mora.
Oras! Ngm entende o "kaza, kaza, kaa, kaza, kaza" do SPORT e não é por isso que vão deixar de canta-lo =]