10/11/2008

Aqui tem um bando de louco!


Seguindo o exemplo do presidente Luís Fala-Fácil vou contar uma história toda antes de chegar ao ponto que quero.

O Corinthians sempre foi um time grande, de tradição, mas ano passado apesar de alguns bons jogadores o time não se encontrava. Aqueles bons jogadores não eram suficientes para o nível da competição que é o Campeonato Brasileiro da Série A onde disputam times muito fortes, e ano passado quase todos os outros times eram mais fortes que o Corinthians. Consequência disso foi o rebaixamento do Corinthians para a Série B. Agora na segunda divisão, disputando com times mais fracos tudo está dando certo para esse time, ganha de todo mundo, tudo é festa, porém muitos dos jogadores do time vencedor desse ano são os mesmo do time perdedor do ano passado. O Corinthians irá voltar a primeira divisão, porém se for disputar no próximo ano com esse mesmo time vencedor de até então ele voltará a ser um time perdedor.

Bem, onde eu quero chegar é que num passado recente o Brasil viveu um forte crise econômica em decorrência de duas crises mundiais e como a economia daqui ainda estava frágil graças a anos de Ditadura o Brasil foi para o fundo do posso. Mas poderia ter sido pior, que diga a Argentina. Mudou o governo e o que entrou aproveitou o momento econômico mundial bastante favorável e conseguiu reerguer o Brasil, mas poderia ter sido melhor. E os que lá estavam faziam toda questão de dizer que tava tudo bom, tava tudo maravilha graças a eles. Só que agora veio outra crise mundial que até então esse atual governo não havia enfrentado. No começo, quando o problema era pequena o presidente em entrevista teve a cara-de-pau de declarar que ligou para o presidente norte-americano, George W. Bush, para falar sobre a crise econômica que eles estavam entrando e segundo ele o que ele disse foi - "Ô Bush, rapaz! Dá um jeito nisso aí!" - lembrando que isso é de um presidente para o outro. Sim, eu sei que ele não falou isso, mas deveria se tocar da sua posição e da situação antes de vir com brincadeirinhas. Sim, também acho que ele não tinha noção do que estava por vir. E veio. E até então dita economia tão forte e sólida nacional começou a entrar em crise também como antes.

Contei a história do Corinthians para dizer que é muito fácil dizer que seu time é bom quando não há adversários e menosprezar o elenco anterior que sofreu derrotas de adversários bem mais fortes. Agora o Brasil, time forte, vencedor (jogando sem nenhum adversário a altura) e está jogando contra um time bastante forte e tá apanhando. Não quero entrar no mérito técnicos dessa crise econômica mundial porque sou leigo nisso, quero questionar a necessidade do "treinador" do Brasil de ficar se vangloriando de estar vencendo um campeonato fraco em cima de um Brasil que disputou um campeonato só contra adversários fortíssimos. Tem que saber perder e vencer porque amanhã as ordens se invertem. E aprender a ficar calado. Por sinal, o presidente em questão é torcedor do Corinthians.

3 Comenta aqui, campeão!:

only.the.rage.survives disse... [Responder comentário]

Cara, falou tudo.

Mas eu diria que o grande responsável pelo Corinthians estar subindo é o Mano Meneses, logo, pro Brasil recuperar-se da crise precisamos de um presidente alentador e peleador.

Abraço,
Adolfo.

only.the.rage.survives disse... [Responder comentário]

E vamo começar a dar uns espaços e usar parágrafos. Ia ajudar um pouco na leitura *-)

Jean Johnson disse... [Responder comentário]

Acho que vai dar pra passar sem consequencias muito tragicas. É desejar boa sorte pra nós e bom senso pra rapaziada la de brasília.