6/05/2009

A Saga de Zé


Eu tenho uma cabeça muito grande e um lugar tão grande assim há espaço para todo tipo de coisas, inclusive pensamentos que podem não ter muito nexo.

Seguinte, Zé ficava com a Suspicious Mind, tudo bem entre eles, mas para Zé aquilo era só aquilo, nada mais que aquilo. Fácil, né? Não para a Suspicious Mind, ela começou a gostar dele mesmo após ser alertada inúmeras vezes que fizesse o possível evitar isso. Zé percebendo a situação se afasta de Suspicious Mind para evitar aquela história de gente magoada desnecessariamente.

O tempo passa, o tempo voa, e a poupança Bamerindus continua numa boa. Zé seguiu seu caminho e a Suspicious Mind, bem, a Suspicious Mind eu não sei.

Eis que Zé conhece Outra Pessoa. Eles conversam muito, um gosta do outro etc e tal. Eles ficam. Que lindo. Até então sim, mas no outro dia não fica tão bonito assim. Outra Pessoa parece ser outra pessoa. Mas no outro-outro dia tudo volta ao normal entre eles. Parece até que eles nunca tiveram nada e isso deixou Zé muito confuso, mas há uma lógica nisso tudo. Outra Pessoa estava bastante machucada em razão de um antecessor que não fez nada bem a ela. A vida segue, né? Para Zé sim, mas para Outra Pessoa não era tão simples. E isso deixou tudo muito complicado. Mesmo assim Zé tava lá firme e forte na sua épica luta contra a Complicação, jamais se deixando abater.

Até que ele levou um golpe. Um golpe baixo, daqueles de se revirar no chão. O mundo não é tão grande quanto a minha cabeça, logo, ele é bem pequeno. E não é que Outra Pessoa é amiga de Suspicious Mind? Pois é, rapaz! Elas conversavam bastante sobre a vida e numa dessas conversas Outra Pessoa comentou que estava de paquerinha com Zé e não houve maiores comentários sobre isso. Alguns dias depois se já não bastasse toda a interferência de Complicação entre Zé e Outra Pessoa, a Suspicious Mind resolve confessar a sua amiga que gosta muito de Zé ainda.

Outra Pessoa, gente que boa que é, faz o que toda gente boa faria, aproveita a onda da Complicação e usa dessa confissão de Suspicious Mind para se afastar de Zé. Era o motivo perfeito. Zé bate cabeça, dá muro em parede, chuta garrafa de cachaça em encruzilhada estilo Gil Brother, mas não tem o que fazer além disso. A sentença estava proferida. Porém, não custava nada Zé elaborar uma complexa teoria da conspiração, tipo as da arbitragem no futebol brasileiro que tanto favorecem os times do Rio.

A teoria era a seguinte: Outra Pessoa agiu corretamente ao se afastar de Zé para zelar sua amizade com Suspicious Mind. Fácil de entender isso. Mas por que não houve a mesma reação da parte contrária? Se Suspicious Mind fosse tão amiga mesmo poderia muito bem ter ficado calada, não ter se aberto, e deixado sua amiga arriscar quebrar a cara como ela com Zé. Ou simplesmente ter dito que ela iria quebrar a cara. Bastante conveniente fazer essa declaração após ter ciência que Zé e Outra Pessoa estavam se dando tão bem. Com isso Zé não fica com Outra Pessoa e fica disponível para Suspicious Mind e seu plano maquiavélico seria bem sucedido. Novela da Globo? Nada, falta dinheiro.

Isso é bem possível que tenha ocorrido. Mas pode ser que não. Talvez o juiz realmente tenha achado que aquele carrinho no meio-campo de Durval em Adriano foi dentro da pequena área de Magrão e assinalado pênalti na inocência. Por que não? Nesse mundo, além de menor que a minha cabeça, tem cada coisa e Zé está em segundo plano nisso tudo.

Mas não se admire se um dia um beija-flor invadir a porta da sua casa, te der um beijo e partir. É porque esse passarinho danado é pau-mandado de Zé.

E você que acham dessa história? Zé está certo ou errado em suas suspeitas? O avião da Air France está na Ilha de Lost? Adriano irá se acabar na cachaça no bar de Lulinha ou no Jardins sábado, véspera de Sport x Flamengo? Quantas questões e você escolhe o final - você decide.

6 Comenta aqui, campeão!:

Mulher Super Sapiens disse... [Responder comentário]

Olha, uma criatura que atende pelo codinome de Suspicius Mind não pode ter tanto crédito assim...(abre a música com Elvis cantando, ao fundo) Acho que Zé tem um tanto de razão pra desconfiar. Mas, como as mulheres são complicadas por natureza, pode ser tb que Outra Pessoa esteja se utilizando desse artifício para levar Zé no bico, o que não seria assim tão espantoso, afinal, mulheres são ardilosas. Eu, como excelente (não acredite nisso) conselheira sentimental que sou (vide minhas histórias de amor terríveis, kkkk), jogaria a ideia de lançar uma nova personagem na história: Terceira Pessoa. Manda Zé largar a dupla de amigas, dá uma cotovelada junto com um dedo no olho da Complicação e manda ver numa Terceira Pessoa. Coração? O que é isso? Que bicho é esse? Kkkkkkkkk, desculpa, mas acordei maquiavélica hj. Achei que só minhas pendengas amorosas eram complicadas. Mas ó, que nada! Diz a Zé que ele não está sozinho nessa luta. Adiante, companheiro!
Excelente texto! Bjocas!

Mulher Super Sapiens disse... [Responder comentário]

Pretérito Perfeito vai incendiar a fogueira do seu coração (ai que frase horrorosa), kkkkkkkkkkkk. Adorei!

Luana Silva disse... [Responder comentário]

Nessas horas, Recife é um ovo.
Fortaleza também.

jéssica disse... [Responder comentário]

eu acho que Aquela deveria entrar na história, sabe. e essas daí virariam passado.

mas como eu digo, é só minha opinião.

Mayrinha disse... [Responder comentário]

Que confusão na vida de Zé!! MAs como uma vez disse a MSS: Zé, desata essa nó. Ou seja, parte pra outra. Quanto ao avião da Air France, eu acho que ele tá na ilha de Lost. Que Adriano vai comer buchada lá no Entre Amigos, o Bode, e dar uma voltinha na vizinha Entra Apulso.
Bjs e bom final de semana!

Marianna disse... [Responder comentário]

Eu sendo Suspicious Mind, ia botar pra foder em Zé. Até porque é muito bom escantear e depois querer de volta, né? Gosto tanto de quem me faz de otária... Acho que Zé não tem culpa das duas se conhecerem, acho que Outra Pessoa não viu muito futuro nesse relacionamento e pegou carona na 'deixa' dada por Suspicious. Eu acho que coube a nós, leitores, decidir o final, mas acredito muito mais que Zé tem que decidir o que ele quer da vida dele.

Eita homem complicado da gota! Esse merece... HAHAHAHAH

:*