6/04/2010

Meu referencial


Ontem,dia 3 de junho, meu avô Luiz estaria completando 90 anos se estivesse fisicamente entre nós.

Ele sempre foi e sempre será meu maior exemplo como homem, espero que no final da minha vida eu possa constatar que tive pelo menos metade do caráter que ele teve. Tinha seus defeitos, cometeu suas falhas, mas apesar disso sempre foi fiel aos seus princípios e valores até o fim, nunca abaixou a cabeça. Sempre soube unir a seriedade com serenidade, nunca em minha vida conheci alguém tão sério e ao mesmo tempo tão amável como ele.

Jamais esquecerei dele cochilando em sua cadeira de balanço. Jamais esquecerei dele em seus últimos dias, já bastante debilitado, depois de alguns dias sem falar (essa parte do "alguns dias" pode ser fantasia minha, talvez ele não tivesse falado nada só naquele dia) ao me ver ele disse com um singelo sorriso - "Galego! - essa foi uma das cenas mais marcantes da minha vida, tanto que na hora todos que se encontravam presentes ficaram surpresos felizes por verem que ele ainda tinha forças para demonstrar alegria ao ver seu neto.

Durante sua vida pude conviver a maior parte da minha vida até então ao lado dele. De todas as saudades que eu tenho daqueles que já se foram, a saudade de vovô é a única que não me dói. Ele se foi e me deixou uma sensação de dever cumprido.

Muitas saudades, vovô! Peço que continue a nos proteger! Feliz aniversário!

9 Comenta aqui, campeão!:

Mayra disse... [Responder comentário]

Galego!

Por toda a sua vida, vc sempre vai levar o sangue do seu avô, e à sua maneira, repetirá os atos que ele teve em vida.

Adorei o post!

Mayra disse... [Responder comentário]

Esqueci de dizer, minha mãe é meu referencial. Queria ser 10% do que ela é... ela tem muuita paciência...

Bjo =*

Laíse disse... [Responder comentário]

Belíssimo post! Pessoas marcantes, sentimentos bons. Nada como um exemplo de uma pessoa de idade com um bom caráter para poder continuarmos confiando que no mundo podem ainda haver pessoas boas. E feliz aniversário para seu Luiz.

carolfbm disse... [Responder comentário]

Ai, que lindo! Adorei o post!
É muito bom ver uma demonstração de carinho tão grande. Nossos pais e avós são sempre ótimos referenciais.

beth disse... [Responder comentário]

Que legal André!
Adorei muito ter lido o teu blog, principalmente esse ultmo. Ao vc relatar a convivência do teu avô, eu lembrei da minha avó. Mas como vc disse, sinto q ela deixou a sensação de dever cumprido.

Luana Silva disse... [Responder comentário]

é até consolador ver que a falta de alguém não faz tão mal... Todo mundo marca a nossa vida de alguma maneira, e te confesso que ainda não tenho um referencial. Bonita essa tua admiração por ele, bonita mesmo!

Jean disse... [Responder comentário]

Também sinto uma baita duma falta do meu.
Que ele esteja em paz onde estiver.

C. D. Cavalcanti disse... [Responder comentário]

Belo texto e ótimo blog!
Parabéns.

vanessa disse... [Responder comentário]

E muito bonito o sentimento que você teu pelo seu avô, muito mesmo andré..e sempre sempre ele vai ser esse avÔ e exemplo de homem ,só que em outro plano.,né verdade ?E muito bom ver que a saudade que você tem e uma saudades que não doi,e isso não faz só bem prá você ,prá ele tbm..
Parabéns SeuLuiz!