12/23/2010

Purple haze


Lembro bem de um fato curioso em minha infância. Eu estava na 2ª série lá no CSD em Pesqueira, a aula era de Cidadania, no qual tínhamos um livro cheio de tirinhas onde em uma estava desenhada a situação correta e na outra uma situação errada do dia-a-dia da sociedade (por exemplo, em uma era um rapaz achando uma carteira e perguntando quem era o dono e na outra ele roubando a carteira).

O objetivo disso era que nós deveríamos pintar os quadrinhos com a situação correta a ser tomada. Eu fazia isso (eu acho), porém o "problema" era a maneira que eu pintava. Enquanto toda a turma pintava a calça do personagem de azul e a camisa de vermelho, eu fazia umas pinturas bastante psicodélicas. Ainda lembro da minha professora comentando com outra pessoa sobre as minhas "artes".

Fico pensando como seria a minha vida se desde cedo alguém tivesse investido na minha criatividade.

hahahahaha

Que viagem esse post!

(só depois de escrever isso foi que eu me lembrei que estou com febre)

4 Comenta aqui, campeão!:

Maria Clara Gallindo disse... [Responder comentário]

Tu é um barato, André.

. disse... [Responder comentário]

Se eu comprar uma caxinha de lápis de cor, já ajuda?

Carla Rodrigues disse... [Responder comentário]

Dá uma passada no CAC e vê se o departamento de Artes Plásticas te agrada...

Raquel Mota disse... [Responder comentário]

Quando eu era criança eu fiz arte nas paredes do meu quarto e não prestou pro meu lado não :P
Tava vendo aqui, não sei se eu tenho uma imaginação muito fértil, mas... essa imagem ai é um rosto?