5/13/2008

Compromisso?


Na moral, tento entender o que se passa na cabeça de pessoas que estão constantemente namorando, tipo, acaba um namoro e poucos dias depois já tá em outro relacionamento "sério". Será tudo isso insegurança? Medo de morrer sozinho? Eu tenho um conceito de namoro (ou qualquer outro tipo de relacionamento) bem próprio, para está com uma pessoa e somente com ela tem que haver duas coisas - bem-querer recíproco e da mesma forma e confiança.

O primeiro as vezes acontece por acaso do destino, aquela história de química, porém o segundo não é 15 que se adquire. Não falo da confiança de um aluno para com seu professor de que ele está ensinando o assunto da maneira correta ou na confiança que um conhecido tem pelo outro na hora de emprestar dinheiro, a confiança que eu falo é aquela que você não precisa fazer um afirmativa e logo em seguida dizer um "porque", é dizer "eu fiz isso e só isso" e a outra pessoa não questionar ou ficar desconfiada.

Bem, não confundam confiança com ciúmes, é outra história. Voltando ao assunto inicial do post, você conhece uma menina e só porque ela é "certinha" e "bonitinha" você vai logo tentando namorar com essa menina, aproveitar a chance uma pessoa dessa qualidade. Porém esquecendo de tudo isso que eu falei antes, será que você gosta dessa pessoa? Normalmente quem toma esse tipo de atitude são aqueles que mais traem. Tô falando por experiência de convivência, se no meio em que vocês vivem é diferente "fazendo o favor" de falar. Enfim, com isso vem outro problema, uma constante dependência, quando você sai de um relacionamento fica logo inseguro e com medo de não encontrar mais alguém para ter ao seu lado e na primeira oportunidade viável dá inicio a outro relacionamento, e assim segue o ciclo.

Pior de tudo é que muitas vezes a outra pessoa realmente acredita que ali existe um sentimento verdadeiro, as vezes começa mal mas com o tempo surge um sentimento, porém eu não acredito nisso. Vejo somente uma conveniência aliada a insegurança. Sou um cara que acreditar em sentimentos sinceros, naquela história de amor, porém somente se houver comprometimento, fazer uso desses artifícios somente por proveito próprio é covardia com a outra pessoa. Em breve falarei sobre outro assunto relacionado a esse que é a solidão.

8 Comenta aqui, campeão!:

camila disse... [Responder comentário]

ciúmes.. confiança? haan?
asodihodhioashdoas.

*:

Anine Surui disse... [Responder comentário]

Eu concordo quando tu disse que as vezes as pessoas só namoram ou continuam um namoro por conveniência e tal. E eu também acho estranho uma pessoa sempre que termina um namoro começar outro em seguida. Parece que a pessoa tem uma obsessão compulsiva em namorar e que morre de medo de ficar 'sozinho' com seus próprios pensamentos. Na minha opinião, um relacionameto para dar certo, além dos pré-requisitos que você estabeleceu, você tem que, primeiramente, não depender do outro. Isso porque quando a gente fica muito dependente de alguém a probabilidade de ocorrer uma mágoa é gigantesca, mas quando se deposita uma confiança no outro e tem na cabeça que se viveria bem sem ele, mas por uma questão de escolha se vive com, a vida a dois se torna muito mais prazerosa porque pelo fato de não se depender do parceiro você é capaz de compreender mais os erros do outro e, consequentemente, perdoa-lo.

carolfbm disse... [Responder comentário]

Caramba, André, realmente é assim mesmo. Insegurança, medo de ficar só e às vezes até mesmo por status, só pra dizer: "tô namorando Fulaninha..."; essas coisas. É fogo isso ¬¬

Mais uma vez, post muito bom!
Toda vez que eu venho aqui é somente pra dizer isso, rapaz. Impressionante, até parece babação de ovo, mas não é. É de verdade mesmo. :)

Anônimo disse... [Responder comentário]

Deh;
Acho que a pergunta que te fiz há pouco tempo, foi respondida...
"Costume" é a resposta.
Estou acostumada com aquele feijão arroz e até busco uma comida chinesa, mais não dura muito tempo meu apetite diversificado .
Beijo..

Amanda disse... [Responder comentário]

tá vendo? por isso também que eu digo que EU NÃO ESTOU NAMORANDOOOO!
=P

jessy_vt disse... [Responder comentário]

assim...me perdi um pouco no meio do texto, mas o tema central do costume no relacionamento é interessante.
:]

Anônimo disse... [Responder comentário]

Cara!
Isso foi fera!!

=*

Aline

mauriston disse... [Responder comentário]

Pois é meu caro André... muito interessante seu pensamento!

Eu penso que essa falta de confiança recíproca que existe entre os relacionamento feitos por conveniência (não falo apenas de namoro, acho que amizade também é um bom exemplo) é a base da confusão que existe entre os conceitos de lealdade e fidelidade.

Esse assunto dá pra filosofar um bocado!!!