4/10/2010

O Mago da Bola.


Vocês conhecem o Sr. Rosembrick José Bezerra de Lira?

Esse belo ser natural de São Lourenço da Mata, 31 anos, 1,82m e 61kg. Começou sua carreira futebolistica nas categorias de base do Sport, depois rodou por vários times pequenos quando até então ele reapereceu. Diz a lenda que quando ele atuava pela AGA de Garanhuns o Sport o convidou para fazer um teste, porém durante o treino um dos preparadores físicos do Sport fez algum tipo de comentário jocoso quanto a sua condição física (eu tenho 1,69m e peso 60kg e sou muito magro, imagina ele). O que ele fez diante disso? Meteu a mão no cidadão do Leão. Obviamente foi dispensado do teste. Como ele era o destaque do Pernambucano naquele ano foi rapidamente contratado pelo Santa Cruz e onde viveu sua melhor fase. O que despertou o interesse do Palmeiras que o contratou logo em seguida.

Dinheiro e fama. Pronto. Só era isso que Rose precisava para se achar o Cristiano Ronaldo da Zona da Mata. Comprou uma Hilux zero, colocou um sonzão nela e passou a viver na sua cidade "se amostrando" e tomando tudo que tivesse álcool que aparecesse em sua frente. A cachaça entrava e a o futebol sumia. Na época, o Palmeiras veio jogar aqui em Recife contra o Santa e a comissão estava hospedada no hotel vizinho ao prédio que eu morava na época. Estou eu voltando da faculdade numa sexta-feira já cheio de cachaça no juízo quando dou de cara com os jogadores do Palmeiras indo treinar. Edmundo? Juninho Paulista? Que nada, fui pedir um autografo ao Mago! Claro que ele foi muito simpático comigo, afinal eu estava exalando "alegria".

Ainda conseguiu jogar no Sport depois e nessa passagem surgiu outro fato curioso sobre ele. Uma reporter da Globo comentou que ele era muito magro. Ora, que blasfêmia! Ele se INTRIGOU da reporter! Uma pena, pois suas entrevistas na terceira pessoa eram um show a parte. Sempre entrando no fim dos jogos e dando dribles na lateral sem objetivo algum. Ao término da partida ele ia na imprensa e falava "Rosembrick calou a boca dos críticos!".

A partir daí foi ladeira abaixo a sua carreira. E ele tava preocupado com isso? Tava nada! Continuou tomando suas cachaças, arrumando confusões nos times que passava, não demonstrando nenhum compromisso ou responsabilidade com seus empregadores, etc... E assim criou um estilo de vida, o cara é um exemplo! A prova que dá viver sem regra nenhuma! Viva o anarquismo! God save the Rosembrick!

3 Comenta aqui, campeão!:

Felipe Ramone disse... [Responder comentário]

o futuro dele não é muito difícil de se prever, né?

vai morrer pobre, como garrincha e outros que tiveram a cachaça e falta de orientação como inimigos. ele e russo pinguço.

Jean disse... [Responder comentário]

Grande Rose and Brick! Um pequeno tijolo para o homem, uma grande alegria para a humanidade.

RenaTinha Lira disse... [Responder comentário]

BEIJOMELIGA