10/15/2010

Rocket Man


Estou passando por um momento novo em minha vida, estou sozinho de fato, de direito e de estado de espírito. Desde os 12 anos de idade eu sempre tive algum "esqueminha", aquela menina que ficava comigo e eu sabia que poderia conversar com ela sobre qualquer coisa a hora que eu quisesse ou chamar pra sair comigo pra qualquer lugar numa boa. É diferente da peguete que é só pra "pegar" mesmo, relação estritamente profissional. Já tive peguete de ficar várias e várias vezes comigo e eu simplesmente não saber ao certo o nome dela. E eu também não fazia questão nenhuma de saber porque simplesmente não me interessava.

Mas o "esqueminha" é diferente, você tem afeto por ela. Gosta de estar com ela e passar um tempo com ela nunca é ruim. Claro, tem um limite de proximidade, ultrapassar esse limite é estabelecer um relacionamento sério, o que nem sempre melhora as coisas. Pois bem, nos últimos 10 anos tive várias dessas "namoradinhas", de muitas delas eu gostei bastante e até hoje mantenho contato - de amizade, dessas me arrependo profundamente de não ter me dedicado a fazer durar, outras eu simplesmente nem lembro nome (problema sério esse meu com nomes, né?). É sempre bom você saber que tem alguém no mundo que gostar de estar com você.

Nesses últimos dias percebi que estou sozinho, não sozinho sem ninguém na minha vida, solitário. Isso jamais, tenho amigos e família demais para dar conta disso, mas é aquela solidão afetiva. Conversando com minhas conselheiras todas falaram a mesma coisa, que tava na hora disso acontecer comigo e que aprender a lidar com isso é amadurecer. Na hora não entendi o que isso quis dizer, mas logo entendi. Não posso depender de ninguém para estar comigo mesmo, até porque vários desses "esqueminhas" não se importavam em metade comigo comparado ao valor que eu dava a elas. E o contrário aconteceu várias vezes também, por isso não as julgo porque eu não fiz isso por mal. E espero que elas também não tenham feito por mal.

Com poucos desses "esqueminhas" simplesmente perdi tempo, porque apesar do tempo que elas estiveram comigo elas simplesmente não conseguiram me conhecer e foram "embora" com uma imagem errada minha. Preferiram dar ouvidos a opinião dos outros do que se guiar no próprio feeling. Não souberam aproveitar o que eu tinha a oferecer, falo sem nenhuma modéstia: só quem perdeu foram elas. Garotinhas, entendam algo muito simples, em 90% dos casos, conselho de amiga para amiga é só pra foder a outra. Se garantam sempre em vocês mesmas.

Quero passar um tempo só, sem ninguém. Vai ser um longo tempo, mesmo que dure somente uma semana. Quando você sente falta de alguém, mesmo sem saber quem é esse alguém, cada minuto dura mais que 60 segundos. Mas para lá fora deixar de ser tão solitário, antes você precisa saber o que falta dentro de você. Quando eu saber exatamente quem eu sou e o que eu quero vai ficar mais fácil para as pessoas entenderem isso também.

7 Comenta aqui, campeão!:

. disse... [Responder comentário]

Ah, um tempinho pra pensar na vida e "parar de pegar" é sempre bom, até porque nada é mais difícil do que lidar consigo mesmo, se entender. Boa sorte aê. =)

carolfbm disse... [Responder comentário]

oooooow! Que lindo!

Carla disse... [Responder comentário]

"Vai ser um longo tempo, mesmo que dure somente uma semana..." hahaha,adorei essa parte.
Às vezes damos nosso tempo quase que exclusivamente para os outros e acabamos esquecendo de que nós também precisamos de um tempo dedicado para "seu eu".Isso requer muita paciência e disposição,afinal,não é todo mundo que gosta de aproveitar nenhuma companhia além da própria,mas a partir do momento no qual isso se torna natural,é uma das melhores coisas que podem acontecer com você mesmo.

Nathalia Cassundé disse... [Responder comentário]

foi realmente muito estranho ler isso.
O.o

Laíse disse... [Responder comentário]

Parece que estamos todos "metamoforseando". Acho que é um avanço dos vinte e poucos anos. E o processo não cessa. Sou apaixonada pela vida, mas muito mais apaixonada pelo crescimento. Estamos sempre aqui, não é? Mora no meu coração. *-*

Raquel Mota disse... [Responder comentário]

É sempre bom dá um tempo pra gente, mesmo que dure uma semana, pra ver se sente falta ou não de uma pessoa, ou apenas para refletir. hahahaha
Independente do tempo que levar, o que importa é o amadurecimento. Esse teu post achei meu tenso :s
hauhauhauha

:**

Luana Silva disse... [Responder comentário]

Nada melhor do que ficar quieto por um tempo, pra se conhecer melhor. Às vezes a gente é o melhor companheiro para si meso, e uma pessoa a mais em primeiro plano poderia complicar tal conhecimento. Tudo ao seu tempo, como diria minha mãe. haha :)